Dívidas no cartão de crédito

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Cartão de CréditoMais um amigo nosso enviou um e-mail pedindo uma orientação sobre dívidas.

Eles contraíram umas dívidas no total de R$5000,00 (cinco mil reais) no cartão de crédito e precisam pagar esse montante imediatamente na data de vencimento para não terem de pagar juros e todos aqueles encargos que vêm na fatura.

O dilema dele é se ele consegue algum tipo de CDC (crédito direto ao consumidor) como uma forma de pagar a

dívida, contraindo um novo empréstimo. Além disso, ele falou que não tem os R$5000,00 agora para pagar e que seu orçamento permite-lhe pagar apenas R$800 reais por mês. Ligando para administradora do cartão, ela renegocia a dívida, pagando o mesmo montante em 18 vezes, com juros de 14% ao mês (pasmem, é isso mesmo!). Ao mesmo tempo, ele pode conseguir o empréstimo via CDC com uma taxa de 6% ao mês.

A pergunta dele era: quanto eu consigo pagar e como posso financiar essa dívida? Bom, vamos aos dados do nosso problema?

Dívida no cartão: R$5000,00

Situação 1: pagar em 18 vezes no cartão. Quanto sai?
Total = R$5000
Parcelas = 18
Taxa de juros ao mês = 14%
Valor da parcela = R$773,10

Situação 2: pegar um empréstimo no CDC e pagar imediatamente a dívida no cartão e passar a ter uma nova dívida de R$5000 com 6% ao mês de juros.
Total = R$5000
Taxa de juros ao mês = 6%
Parcelas = 18 (supondo o mesmo número de parcelas proposta pela operadora do cartão, na situação 1)
Valor da parcela = R$461,78

Opa! R$461,78 cabe no orçamento do nosso amigo!! E se diminuirmos a quantidade de parcelas? Bom, fiz as contas e encontrei estes números:

Parcelas = 12; Valor da parcela = R$596,38

Parcelas = 10; Valor da parcela = R$679,34

Parcelas = 9; Valor da parcela = R$735,11

Parcelas = 8; Valor da parcela = R$805,18

Bom, já podemos tirar a conclusão antes de fazer essas contas todas que um empréstimo que te cobra 6% ao mês já é muito mais barato do que um que te cobre 14% não é? Mas enfim… Se o nosso amigo queria uma parcela que desse no seu orçamento, vejo que a situação 2, com 9 parcelas seria o ideal para ele quitar suas dívidas.

Ou seja, para sair dessa dívida (e por favor não voltar mais a uma situação semelhante) ele teria que contrair esse empréstimo via CDC de R$5000, pagar imediatamente sua dívida no cartão de crédito, e a partir daí pagar a nova dívida em 9 vezes! Claro, isso tudo tem que ser negociado antes com as respectivas financeiras/operadoras, para não sair por aí fazendo as coisas e depois dizerem na sua cara que isso é impossível!

E você, como faria com essa situação? Teria alguma sugestão diferente pro nosso amigo?

Forte abraço!
😉

—————————————————————————————-
Nota: todos os cálculos foram feitos com os dados que a pessoa me enviou. Não adicionei e nem mudei nenhum número, evitando maquear o resultado.

Foi utilizada a calculadora HP-12c para os cálculos.