Empreendedorismo: um exemplo da vida real que pode ser colocado em prática

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

empreendedorismoPara fechar o raciocínio, vou falar novamente sobre empreendedorismo e como isso pode mudar a direção da sua vida financeira.

Dia desses, um caso me foi apresentado. Um casal, uma brasileira e um britânico, voltaram da Inglaterra com um filho pequenino. Ora, precisavam se sustentar, de uma maneira ou de outra.

Como é a situação: a mulher/mãe trabalha (dando aulas) em um curso de inglês junto com o marido para se sustentarem. As contas são pagas em dia e tudo anda direitinho, mas com uma corda no pescoço que chega a dar dó. Eles também dão aulas particulares de inglês nas horas vagas para ganhar mais ao final do mês. Com um detalhe: a remuneração por hora/aula particular é muito maior do que a remuneração hora/aula de curso.

Ocorre o seguinte: a mulher, brasileira, mais despojada e extrovertida, vai falando com as pessoas e espalhando que ela dá aulas de inglês. O marido, britânico, tímido, introvertido, não se sente à vontade para falar da sua habilidade nativa (falar inglês, ainda mais com sotaque britânico!) para as pessoas ao seu redor. Logo, o empreendedorismo está no fato de conseguir enxergar também uma oportunidade nessa situação.

Tive a seguinte idéia: por que não juntar a habilidade da mulher, que é despojada e extrovertida, com a habilidade do marido, que fala bem inglês e domina a matéria? Ou seja, a mulher, mais extrovertida, trabalharia a venda do produto. Enquanto que o marido, mais habilidoso com o inglês (habilidade nata) por ter nascido na Inglaterra, faria a “produção” desse produto. Ambos dão aulas de inglês. Mas ela está estudando novamente para seguir outro rumo, e ele, tem tempo ocioso. Assim, junta-se uma agenda que pode ser benéfica ao casal e, principalmente, ao filhote deles! Juntar e arquitetar qualidades e facilidades é um dos pilares do empreendedorismo, a fim de agregar valor.

E como concretizar isso?
Sem muita sofisticação, basta ir na gráfica e fazer um cartãozinho de visitas, para se fazer notado, com os dizeres:

Aulas de inglês particular
Britânico nativo
Mulher com experiência no exterior
Tels: 12345678

Bem tosco o cartão? Sim. Mas o que importa é que as pessoas precisam saber da existência deles, dessa dupla, para que eles consigam ganhar mais $ ao longo do tempo.

Se o casal quiser atingir um público mais apropriado, que deseje, especificamente, ter aulas de inglês, o Google Adwords permite que o indivíduo possa fazer propaganda delimitada por faixa etária, localidade (inclusive bairros), horas do dia, etc. É uma forma muito boa de atingir o público alvo (pais que querem aprimorar o inglês dos filhos ou adultos que desejam praticar para algum fim específico).

Nesse aspecto, o empreendedorismo também engloba a maneira como atingir o seu público alvo.

Ah, tem mais um detalhe!!!

Eles detém um certo tipo de monopólio de conhecimento específico, então eles podem discriminar os preços! Ou seja, para uma mesma aula, pode cobrar R$ 10 a hora e para um outro indivíduo que eles percebam que tem maior propensão a pagar (em função final de ano letivo, prova de vestibular, leitura de contratos, etc…) cobrar R$ 30 a hora, por exemplo!! Isso é um outro lado importante da moeda que deve ser trabalhado e verificado!

Esse é mais um exemplo de que basta você juntar os recursos e disponibilidades que tem ao seu redor e começar a bolar um mecanismo para que o $ entre, pensando sempre naquilo que você consegue fazer bem, para ter um custo menor e conseguir vender ao preço mais caro.

No exemplo acima, o britânico teve “custo zero” para se educar em inglês, enquanto a brasileira precisou ir a Inglaterra e/ou fazer cursos. Logo, o britânico tem uma estrutura de custos menor que a brasileira. Em contrapartida, a brasileira tem menores custos associados a explanação do seu trabalho, já que ela não é tímida e é bastante despojada, ao contrário do britânico (aqui, entenda o “custo” como o transtorno que gera nessas duas pessoas ao se exporem em público para demonstrar o seu produto).

Veja os outros posts sobre empreendedorismo aqui no blog, que antecedem este escrito acima:

O que é empreendedorismo?“; “Quais aspectos devemos observar?“; “Venda aquilo que você sabe fazer bem

Forte abraço,
😉