Empreendedorismo: venda aquilo que você sabe fazer bem

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

empreendedorismoUma outra parte de empreendedorismo: venda aquilo que você sabe fazer bem. Ou melhor, venda aquilo que você tenha menores custos na hora de ofertar o bem ou serviço.

Como assim, vender? Sim, exatamente!
Pense em algo que você faz bem! Seja no trabalho, sua profissão (nem sempre a pessoa faz bem aquilo que se propôs na profissão…), um hobby que você queira aprimorar e se profissionalizar… Enfim, são várias maneiras.

Mas por que vender o que eu faço bem?

Empreendedorismo também contém, direta e indiretamente, um simples conceito de vantagem comparativa. Ou seja, você consegue um custo relativo menor na produção de algum bem ou serviço em relação a outro que você poderia vender. O importante é que, através da vantagem comparativa, como o nome já diz, você tem algum tipo de vantagem em produzir/ofertar esse bem/serviço em relação aos outros bens à disposição.

Quer ver como? Um fotógrafo profissional e um fotógrafo iniciante. Qual tem mais habilidade? Qual vai gerar um produto melhor? Logo, qual tem melhor eficiência na oferta do produto? Um fotógrafo profissional pode demorar 1 hora para executar um bom trabalho, enquanto que um fotógrafo amador pode demorar 1 ano… Estou exagerando, mas é simplesmente para entendimento. E consequentemente, o custo operacional é reduzidíssimo quando você tem algum tipo de vantagem comparativa.

Veja outro exemplo mais prático: qual motorista vai ter o menor custo? O motorista que conhece todas as ruas da cidade, ou quase todas, ou aquele motorista que raramente lembra de algum nome de rua e mal sabe a direção dessas ruas?

Obviamente, o motorista com maior conhecimento sobre os nomes das ruas e os caminhos principais e alternativos terá, sem sombra de dúvida, maior eficiência na operação. Pois perderá menos tempo dando voltas para chegar ao mesmo lugar que o motorista ineficiente daria, tentando acertar a rua para encontrar o destino. Taxi seria um ótimo exemplo para pensar isso de forma prática.

Logo, o conceito de empreendedorismo implica, indiretamente, no conceito de vantagem comparativa. Uma equação simples:

Empreendedorismo = Agregação de Valor + Vantagem Comparativa

Além de outros exemplos com outras profissões e especializações. Isso não quer dizer que você não possa empreender em outro ramo, diferente do que você treinou ou foi formado. Mas tenha em mente que nesse ramo em que você treinou, certamente terá um custo de execução da operação muito menor do que um indivíduo que tenha pouco ou nenhum preparo para tal tarefa.

A isso, podemos aliar a visão dos sistemas por parte do empreendedor e daí agregar valor em cima do empreendimento.

Para quem quiser assistir um video, recomendo um produzido pela Fonft Economia, chamado Modelo Ricardiano.

Forte abraço!

😉