Reveillon parece difícil de ser planejado, mas não é

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

reveillonPlanejar o reveillon parece algo fácil. Afinal, festa da virada do ano, clima super positivo e todos confraternizando na casa do amigo ou em alguma festa qualquer. O problema começa quando você se propõe a montar e organizar uma festa, seja na sua casa ou em algum outro canto.

Algumas pessoas, com o melhor intuito do mundo, acabam pecando pelo excesso de material, o que é totalmente indesejado, porém, aceitável. E outras, também com o mesmo intuito, acabam comprando e disponibilizando uma quantidade de bebidas, comidas e infraestrutura bem abaixo da necessitada pelas pessoas. O resultado, quando se tem excesso, é simples: sobra bebida e comida e podemos usá-los no dia seguinte ou em algum outro dia próximo, com a velha desculpa do “enterro dos ossos”. Mas quando falta bebida e comida em plena noite do dia 31 de dezembro, o clima pode ficar bem chato, já que será praticamente impossível encontrar algum mercado ou loja que possa vender, de última hora, os produtos necessitados.

Por isso, planejar bem, é essencial.

Mesmo que você não venha a organizar a festa, pode utilizar esses conceitos para ajudar o organizador a planejar o reveillon e outras festas. Podemos imaginar a seguinte equação:

Planejar bem = gastar o mínimo possível de dinheiro com o máximo possível de satisfação

Não pensem que isso é ser pão duro. Mas não adianta ter um orçamento limitado para montar a festa e resolver colocar camarão ou caviar (!) na mesa para os convidados. Certamente faltarão muitos outros pratos e bebidas mais baratos e que as pessoas apreciariam mais.

Mas o que tem a ver planejar o reveillon com o nosso blog e nosso tema?

Tem tudo a ver! Porque através do planejamento será possível minimizar possíveis perdas com excesso de bebida ou a falta dela. Comidas que podem não ser muito úteis, já que o calor ajuda a estragar os alimentos com mais rapidez e facilidade.

Se você já é um organizador mais experiente, vai ter idéia, mais ou menos, da quantidade e qualidade de comida que o seu público está disposto a comer e beber. Da mesma forma, existem alguns padrões que você pode seguir, com alta dose de acerto, como por exemplo, planejar um churrasco em casa, colocando 300 gramas de carne para cada pessoa (incluindo crianças e adultos). Numa festa com expectativa de duração de 8 horas, você também pode pensar na quantidade média de 5 latinhas de cerveja por pessoa. O mesmo raciocínio pode ser usado para planejar o reveillon e outras festas.

Vale ressaltar que, em uma média TODOS os indivíduos são contados. Crianças podem ser excluídas da média da cerveja, obviamente. Um leitor menos atento poderá observar: mas fulaninho sozinho bebe 10 latinhas de cerveja em uma festa. Novamente, quando falamos em média e chegamos ao valor de 5 latinhas de cerveja, e acredite, o indivíduo que bebe 10 latinhas será devidamente contemplado com a sua quantidade de latinhas desejadas.

Outro ponto interessante de colocar, quando planejar o reveillon ou qualquer outra festa, é que atualmente existem no mercado diversos tipos e tamanhos de latas de cerveja. Os latões com 473ml, lata comum de 350ml, e as latas pequenas de 269ml. Particularmente, prefiro as latinhas de 269ml. Por dois motivos básicos:

  • Não esquentam tão rápido quanto a lata de 350ml, já que se consegue beber tudo em menor tempo;
  • Geralmente é um pouco mais barato. E seguindo o ponto acima, o aproveitamento de bebidas na festa sobe.

Os números colocados acima foram extraídos dos eventos que observo sendo feitos e montados, além do depoimento de organizadores mais experientes. E garanto, já os usei e nunca tive problemas. Se você acha que as pessoas na sua festa beberão bastante, pode aumentar de 5 para 6 latas de cerveja por pessoa, ou se a expectativa de duração da festa for além da usual (de 4 a 5 horas para 7 a 8 horas). Ou em uma unidade a mais, conforme for o seu tato. Ou a menos.

Planejar o reveillon  também tem a ver com a quantidade de refrigerante disponível. Afinal, crianças e adolescentes costumam beber refrigerantes nesses eventos. Além disso, alguns bebedores de cerveja ou álcool gostam de dar uma bebericada no refrigerante para dar uma “quebrada” no efeito da cerveja/cachaça/vinho/champagne. Então, uma média razoável, incluindo todos os participantes da festa, inclusive crianças e adultos, seria de 800ml a 1 litro por pessoa.

Se você não tem esses dados à sua disposição, pergunte aos amigos ou profissionais do ramo, que já tem alguma experiência na organização desses eventos, principalmente em planejar o reveillon.

Aqui cabe também uma sugestão do blog pra você: anote todas as despesas, quantidades de latinhas, refrigerantes, comida e etc. Guarde-as. Depois da festa, do evento como um todo, veja quais ítens você conseguiu acertar a quantidade e quais você errou. E comece a montar a sua própria média e seus parâmetros. Pois dependendo do lugar e das pessoas, esses números podem se alterar, devido a fatores diversos que não dá para listá-los com facilidade.

Apesar de ainda estarmos em outubro, o final do ano está chegando e precisamos ficar espertos na arquitetação do nosso final de ano. Por isso, planejar o reveillon e natal são fundamentais para os eventos em que e a última coisa que queremos, é estresse.

Bom planejamento para vocês!

Aqui segue uma breve história do reveillon!

Forte abraço!

😉