O que é inflação? Que bicho de sete cabeças é esse?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Por que a inflação assusta tanto os economistas e o governo? Por que eu e você devemos nos preocupar com ela, acompanhá-la e entender como ela está evoluindo? Não precisa entender matemática para internalizar o conceito da inflação.

Inflação nada mais é do que a perda do poder de compra do seu dinheiro. Ou seja, é uma medição realizada por alguma instituição, que vai dizer quanto que o seu dinheiro perdeu valor nesse tempo. Isso ocorre quando o índice de inflação é maior do que o índice de reajuste do seu salário ou da sua renda como um todo. Se seu salário foi reajustado em 5% neste ano e a inflação foi de 7% no mesmo período, tivemos uma perda de 2% do seu poder de compra, mesmo com o reajuste do seu salário.

Um exemplo prático: se antes da inflação, com o seu salário, você conseguia comprar 100 pães, com a inflação, você só conseguirá comprar 90 pães, já que os preços aumentaram. Porém, seu chefe/patrão resolveu lhe dar um reajuste devido ao seu esforço na firma e por isso aumentou o seu salário. Entretanto, quando você voltou à padaria para comprar os pães, percebeu que só conseguiria comprar 97 pães. Ou seja, mesmo com um reajuste, a inflação foi maior do que o reajuste do seu salário.

Esse é o cenário preocupante e aonde muita gente começa a perder dinheiro sem saber. O dinheiro começa a faltar, o cobertor começa a ficar pequeno.

As compras de mês, as mesmas quantidades, começam a não caber mais no seu orçamento, e a solução encontrada é a diminuição da quantidade de produtos que você compra no mercado.

De vez em quando, aparecem na internet, em redes sociais e principalmente no Facebook, uma foto comparando os preços, em reais, de 1994 e os preços de 2014, e os comentários reclamando da elevação estapafúrdia dos preços na economia. Falam da inflação como se somente os preços aumentassem sozinho e todo o resto (como o seu salário) fosse deixado para trás. É preciso lembrar que em 1994, o salário mínimo era de R$ 100,00 por mês. Já hoje, em 2014, o salário mínimo (federal) é de R$ 724,00.

De que adianta você entender esse conceito todo e não consegue fugir dos preços mais elevados que o seu salário?

Uma das maravilhas do sistema capitalista é que conseguimos encontrar preços diferentes, em locais diferentes, para um mesmo produto.

Quer experimentar? Vá a um supermercado da sua cidade, localizado no bairro mais nobre. Pesquise o preço de uma latinha de cerveja, de qualquer marca, preferencialmente a que tenha larga distribuição na sua cidade. Vá em outro supermercado, longe do bairro nobre, e procure o preço da mesma latinha (em marca, quantidade e modelo) e verifique a diferença de preços.

A constante pesquisa de preços por um mesmo produto é uma das formas de você lidar com a inflação e a elevação dos preços.

mercado

A constante pesquisa de preços levará você a desenvolver um hábito extremamente importante quando você vai as compras: a procura por promoções vantajosas, em que você encontre preços significativamente diferentes.

Toda promoção deve ser analisada por você, e verificada se aquele preço praticado é, de fato, vantajoso, caso você venha comprar aquele artigo.

É comum as pessoas se encantarem com promoções em eletrodomésticos, com as mega ofertas e os saldões praticados pelas lojas de eletrodomésticos. Ricardo Eletro, Casas Bahia, são campeãs nisso: cativar o cliente a ir na loja e comprar “na promoção”. Não pense que você está fazendo um negócio maravilhoso. Não é na compra esporádica, eventual, que você fará a sua economia. Outra dica:

A economia com as promoções será feita diariamente, nas compras que você realiza com freqüência, principalmente aquelas feitas em supermercado.

Dessa forma, conseguimos entender:

  1. O Conceito da Inflação;
  2. A Inflação na prática;
  3. Como lidar e driblar o processo de inflação na nossa vida.

Existem maneiras mais precisas e robustas de lidar com a inflação, como a montagem do seu próprio índice de preços, para que você consiga avaliar, com precisão, qual foi a perda do seu poder de compra. Mas isso fica pruma próxima postagem.

E, por fim, a melhor maneira de você enfrentar, de frente, o fantasma da inflação, é através de uma carteira de investimentos diversificada e que consiga gerar rendimentos acima do índice de inflação. Não existe mágica.